terça-feira, agosto 21, 2007

Além da janela

Acabo de ganhar dois lindos livros de poesia. "Retrato do artista quando coisa" de Manoel de Barros e "Poemas malditos, gozosos e devotos" de Hilda Hilst.

O ganhar livros abre um universo de interpretações fabuloso. Por essa fresta, vê-se minimamente qual o olhar da pessoa que oferta a respeito da pessoa presenteada. Neste caso, meu sensível presenteador parece me ver como uma "fera". Uma força da natureza praticamente indomada.

Todos livros que já me presenteou, fazem menção à intensidades, profundidades, abalos vulcânicos e incandescências surpreendentes.

Sim, passa-me ao largo, qualquer água com açucar ou tepidez; contudo é curioso alguém que tem como grau máximo de intimidade conversas de escritório, fazer essa leitura acerca de mim.

Curioso. Muito curioso...

Passou-me agora, se não poderia ter sido eleita musa inspiradora dessa tal figura...? Essa "potência" toda estaria sim nele e já não em mim...essa mulher é dele...só dele... É ele. Ou não!

2 comentários:

Arnaldo disse...

Engraçado. Também vejo as coisas assim. As pessoas não tem noção do que existe dentro de cada uma delas. Não conseguem medir a grandeza e o "efeito borboleta" que elas, às vezes sem dizer sequer uma palavra, causam. Gostei mesmo de ler esse post. Incrível como quando nossa amiga em comum falou que você tinha um blog pensei logo de cara "com certeza ela escreve algo que eu sinto". E foi a mais pura verdade. Quisera eu ter tempo pra poder escrever um pouco. Mas com certeza seu blog já está adicionado aos meus favoritos. Um beijo. Arnaldo.

Lábia disse...

Escrever este blog é como lançar mensagens em garrafas no mar... Lá vão elas...

Não imagina a felicidade ter notícias de que algumas estão sendo recebidas e por almas tão sensíveis e generosas quanto a sua.

Então, vou até a praia, molho os pés e deposito mais outra - e essa tem endereço certo:

"Tempo não existe para ninguém. Nós o fazemos. Então escreva, cante, leia, durma... faça tudo que queira e achava que não tinha tempo. Quando menos perceber... olha para trás e voilà! Eis que teve tempo!!!!"

Mesmo que seja para ler meus posts e me presentear com comentários!

Beijos!